FIEL MADEIRO DA SANTA CRUZ

FIEL MADEIRO DA SANTA CRUZ (70.00%) - 3.50/5 em 4 votos
FIEL MADEIRO DA SANTA CRUZ Ó ÁRVORE SEM RIVAL.
QUE SELVA OUTRO LENHO PRODUZ, QUE TRAGA EM SI FRUTO IGUAL?
QUÃO DOCE PESO CONDUZ, Ó LENHO CELESTIAL!
FIEL MADEIRO DA SANTA CRUZ Ó ÁRVORE SEM RIVAL!

CANTEM MEUS LÁBIOS A LUTA QUE SOBRE A CRUZ SE TRAVOU;
CANTEM O NOBRE TRIUNFO QUE NO MADEIRO ALCANÇOU
O REDENTOR DO UNIVERSO, QUANDO POR NÓS SE IMOLOU.

(REFRÃO)

O CRIADOR TEVE PENA DO PRIMITIVO CASAL,
QUE FOI FERIDO DE MORTE, COMENDO O FRUTO FATAL,
E MARCOU LOGO OUTRA ÁRVORE PARA CURAR-NOS DO MAL.

(REFRÃO)

TAL ORDEM FOI EXIGIDA NA OBRA DA SALVAÇÃO:
CAI O INIMIGO NO LAÇO DE SUA PRÓPRIA INVENÇÃO.
DO PRÓPRIO LENHO DA MORTE DEUS FEZ NASCER REDENÇÃO.

(REFRÃO)

NA PLENITUDE DOS TEMPOS, A HORA SANTA CHEGOU
E, PELO PAI ENVIADO, NASCEU DO MUNDO O AUTOR;
E DUMA VIRGEM NO SEIO A NOSSA CARNE TOMOU.

(REFRÃO)

SEIS LUSTROS TENDO PASSADO, CUMPRIU A SUA MISSÃO.
SÓ PARA ELA NASCIDO, LIVRE SE ENTREGA À PAIXÃO.
NA CRUZ SE ELEVA O CORDEIRO, COMO PERFEITA OBLAÇÃO.

(REFRÃO)

GLÓRIA E PODER À TRINDADE. AO PAI E AO FILHO, LOUVOR.
HONRA AO ESPÍRITO SANTO. ETERNA GLÓRIA AO SENHOR,
QUE NOS SALVOU PELA GRAÇA E NOS REMIU PELO AMOR.

(REFRÃO)

  E             A      E             B7   E
FIEL MADEIRO DA SANTA CRUZ Ó ÁRVORE SEM RIVAL.
     E          A         E                   B7      E
QUE SELVA OUTRO LENHO PRODUZ, QUE TRAGA EM SI FRUTO IGUAL?
     E     A    B7 E            A B7 E
QUÃO DOCE PESO CONDUZ, Ó LENHO CELESTIAL!
  E             A      E             B7   E
FIEL MADEIRO DA SANTA CRUZ Ó ÁRVORE SEM RIVAL!

E           C#m      G#m  B7           E   G#m  C#m
CANTEM MEUS LÁBIOS A LUTA QUE SOBRE A CRUZ SE TRAVOU;
E        C#m      G#m B7        E     G#m  C#m
CANTEM O NOBRE TRIUNFO QUE NO MADEIRO ALCANÇOU
E       C#m     G#m C#m E          B         C#
O REDENTOR DO UNIVERSO, QUANDO POR NÓS SE IMOLOU.

(REFRÃO)

E         C#m      G#m  B7   E   G#m C#m
O CRIADOR TEVE PENA DO PRIMITIVO CASAL,
E        C#m      G#m B7     E         G#m C#m
QUE FOI FERIDO DE MORTE, COMENDO O FRUTO FATAL,
E    C#m     G#m C#m E             B         C#
E MARCOU LOGO OUTRA ÁRVORE PARA CURAR-NOS DO MAL.

(REFRÃO)

E        C#m     G#m B7       E   G#m  C#m
TAL ORDEM FOI EXIGIDA NA OBRA DA SALVAÇÃO:
E        C#m      G#m B7        E     G#m  C#m
CAI O INIMIGO NO LAÇO DE SUA PRÓPRIA INVENÇÃO.
E    C#m        G#m C#m E            B         C#
DO PRÓPRIO LENHO DA MORTE DEUS FEZ NASCER REDENÇÃO.

(REFRÃO)

E       C#m      G#m B7           E   G#m  C#m
NA PLENITUDE DOS TEMPOS, A HORA SANTA CHEGOU
E       C#m     G#m B7         E      G#m  C#m
E, PELO PAI ENVIADO, NASCEU DO MUNDO O AUTOR;
E      C#m      G#m C#m E      B      C#
E DUMA VIRGEM NO SEIO A NOSSA CARNE TOMOU.

(REFRÃO)

E           C#m      G#m  B7        E    G#m C#m
SEIS LUSTROS TENDO PASSADO, CUMPRIU A SUA MISSÃO.
E       F#m      G#m B7          E      G#m C#m
SÓ PARA ELA NASCIDO, LIVRE SE ENTREGA À PAIXÃO.
E       C#m     G#m C#m E            B         C#
NA CRUZ SE ELEVA O CORDEIRO, COMO PERFEITA OBLAÇÃO.

(REFRÃO)

E          C#m      G#m  B7            E      G#m C#m
GLÓRIA E PODER À TRINDADE. AO PAI E AO FILHO, LOUVOR.
E        C#m      G#m B7        E        G#m C#m
HONRA AO ESPÍRITO SANTO. ETERNA GLÓRIA AO SENHOR,
E       C#m     G#m C#m E          B        C#
QUE NOS SALVOU PELA GRAÇA E NOS REMIU PELO AMOR.

(REFRÃO)
Canto Litúrgico para Beijo e Adoração da Cruz (Sexta Feira da Paixão) e
Abertura para Missa de Exaltação da Santa Cruz

`