Salmo 103 – Enviai o Vosso Espírito Senhor

Salmo 103 – Enviai o Vosso Espírito Senhor (100.00%) - 5.00/5 em 3 votos

- Enviai o vosso Espírito, Senhor,
e da terra toda a face renovai
- Enviai o vosso Espírito, Senhor,
e da terra toda a face renovai

- Bendize, ó minha alma, ao Senhor!
Ó meu Deus e meu Senhor, como sois grande!
De majestade e esplendor vos revestis
e de luz vos envolveis como num manto.

- A terra vós firmastes em suas bases,
ficará firme pelos séculos sem fim;
e os mares a cobriam como um manto,
e as águas envolviam as montanhas.

- Fazeis brotar em meio aos vales as nascentes
que passam serpeando entre as montanhas;
às suas margens vêm morar os passarinhos,
entre os ramos eles erguem o seu canto.

- De vossa casa as montanhas irrigais,
com vossos frutos saciais a terra inteira;
fazeis crescer os verdes pastos para o gado
e as plantas que são úteis para o homem.

-Quão numerosas, ó Senhor, são vossas obras,
e que sabedoria em todas elas!
Encheu-se a terra com as vossas criaturas!
Bendize, ó minha alma, ao Senhor!

      A            D         E
- Enviai o vosso Espírito, Senhor, 
     D            Bm       E
e da terra toda a face renovai
      A            D         E
- Enviai o vosso Espírito, Senhor, 
     D            Bm       E
e da terra toda a face renovai

F#m                           E
- Bendize, ó minha alma, ao Senhor! 
F#m                                 E
Ó meu Deus e meu Senhor, como sois grande! 
F#m                                E
De majestade e esplendor vos revestis 
     D            Bm            E 
e de luz vos envolveis como num manto.

F#m                             E  
- A terra vós firmastes em suas bases, 
F#m                             E
ficará firme pelos séculos sem fim;
F#m                          E
e os mares a cobriam como um manto, 
     D           Bm        E
e as águas envolviam as montanhas. 

F#m                                     E  
- Fazeis brotar em meio aos vales as nascentes 
F#m                              E  
que passam serpeando entre as montanhas;
F#m                               E  
às suas margens vêm morar os passarinhos, 
         D          Bm           E
entre os ramos eles erguem o seu canto. 

F#m                              E  
- De vossa casa as montanhas irrigais,
F#m                                 E   
com vossos frutos saciais a terra inteira; 
F#m                                    E  
fazeis crescer os verdes pastos para o gado 
     D               Bm           E
e as plantas que são úteis para o homem. 

F#m                                   E  
-Quão numerosas, ó Senhor, são vossas obras, 
F#m                      E  
e que sabedoria em todas elas! 
F#m                                 E  
Encheu-se a terra com as vossas criaturas! 
   D             Bm          E
Bendize, ó minha alma, ao Senhor!

Não temos informações sobre esta música ainda.